Ligações químicas

Ao descrever a estrutura dos ácidos nucléicos, eu citei algumas reações químicas, vamos revê-las:
A ligação covalente é um tipo de ligação química entre átomos, caracterizada pelo compartilhamento de um ou mais pares de Elétrons entre átomos, causando uma atração mútua entre eles, que mantêm a molécula resultante unida.

A força dessas ligações é maior que a das interações intermoleculares e comparável à da ligação iônica.

As substâncias covalentes, a condições ambiente, isto é a 25°C e 1 atm, podem estar no estado líquido como o éter, sólido como a parafina ou no estado gasoso como o gás carbônico. Apresentam baixos pontos de fusão e ebulição, ao contrário das substâncias iônicas em que estes são altissímos.

A ligação covalente permite, em certos casos, a formação de longas moléculas, tais como a da substância presente no cabelo, a queratina. E os ácidos nucléicos!

As ligações de hidrogênio (referidas erroneamente, em vários livros didáticos, como pontes de hidrogênio) são interações que ocorrem entre os íons de hidrogênio e dois ou mais átomos, de forma que o hidrogênio sirva de "elo" entre os átomos com os quais interage. São as interações intermoleculares mais intensas, medidas tanto sob o ponto de vista energético quanto sob o ponto de vista de distâncias interatômicas.

O átomo de hidrogênio, em vez de se unir a um só átomo de oxigênio, pode se unir simultaneamente a dois átomos de oxigênio, formando uma ligação entre eles. Essa ligação é chamada ligação de hidrogênio e se forma sobretudo com os elementos muito eletronegativos (F;O;N). Entretanto esta ligação, do tipo eletrostático, não é muito firme, sendo preferível representá-la em pontilhado ou em tracejado nas fórmulas.
Existem dois tipos de ligação de hidrogênio: a intramolecular e a intermolecular. A ligação intramolecular se faz na mesma molécula e a intermolecular se faz entre duas moléculas.

Essas ligações criam uma cadeia que pode se rearranjar muitas vezes.

As ligações de hidrogênio também existem dentro de uma mesma molécula, como nas proteínas e nos ácidos nucléicos. Em ambos os casos elas são importantes na manutenção da estrutura da macromolécula.


0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...