A importância da Meiose


A meiose é fundamental para a manutenção da vida dos seres pluricelulares, pois é através dela que se formam as células de reprodução (gametas: espermatozóide e óvulo) que se juntam para formar o ovo, ou também conhecido zigoto.

A meiose e a fecundação na reprodução sexuada são processos complementares, pois permitem que o número de cromossomos da espécie se mantenha constante ao longo de gerações. No ciclo de vida de um ser com reprodução sexuada, ocorrem duas fases:

  1. Haplófase - Que se inicia com a Meiose e leva à formação de células haplóides.
  2. Diplófase - Que se inicia com a Fecundação e leva à formação de células diplóides.


MEIOSE E RECOMBINAÇÃO GENÉTICA

As células haplóides resultantes da Meiose, apesar de conterem o mesmo número de cromossomos, não são iguais a nível genético, pois na Metáfase I a orientação dos cromossomos é aleatória. Cada par de homólogos orienta-se independentemente da orientação dos outros pares. O número de combinações possíveis de cromossomos nas células haplóides depende do número de cromossomos da célula diplóide, que é igual a 2n (em que n é o número de pares de homólogos). Se levarmos em conta que ainda pode ocorrer crossing-over, de tal modo que se podem formar cromossomos com associações de genes completamente novas, então a possibilidade de combinações genéticas é extraordinariamente alta.

Logo, a meiose permite novas recombinações genéticas e permite aumentar a variabilidade das características da espécie.

3 comentários:

Anônimo disse...

naun entendi oq ele falo

Ana Maria disse...

Oi Anônimo

A meiose é importante porque permite a produção dos gametas sexuais, sem gametas = sem reprodução = sem continuidade da vida!

E a meiose também permite a variação dos seres vivos que se reproduzem sexuadamente, por isso nem todos os seres de uma mesma espécie são exatamente iguais!

Abraços

Héllio Oliveira disse...

Excelente! Parabéns pelo trabalho, Ana Maria! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...