Faça Compostagem em casa!

Dois tipos de composteiras.
Encontrei uma matéria muito interessante na página da UOL Estilo - Casa e Imóveis. Ensina a montar dois tipos de composteira. O primeiro, usa três caixas plásticas com tampa e é ideal para quem tem pouco espaço em casa, embora o investimento em materiais seja maior. O segundo,  fica bem mais em conta, mas é indicado somente para quem dispõe de bastante espaço aberto em casa, ou seja, deixe bem longe pois o cheiro é forte!

Para quem pode, ter uma composteira em casa irá transformar os resíduos orgânicos em adubo natural para as suas plantas. Não tem plantas em casa? Que tal vender adubo de excelente qualidade à um preço convidativo?

Em vez de simplesmente descartar o resíduo orgânico gerado em sua casa, e encaminhá-lo a um aterro sanitário, que tal contribuir para o equilíbrio do planeta, transformando-o em adubo e fertilizantes naturais em uma composteira? Conheça dois modelos diferentes e veja como é simples construir a sua.



Materiais
- Furadeira
- Brocas em três tamanhos (fina, média e 5/8)
- Torneira (5/8)
- Óculos
- Caixa com três módulos e tampa
* 15 litros para uma pessoa que não se alimenta muito em casa
* 28 litros para duas pessoas que não se alimentam muito em casa
* 39 litros para quatro pessoas que não se alimentam muito em casa
* 60 litros para seis pessoas que não se alimentam muito em casa


Use a broca média para fazer furos embaixo das duas caixas superiores. Os furos devem estar equidistantes em média três dedos. "Esses orifícios permitirão a travessia das minhocas e o escoamento do excesso de líquido", diz Cláudio Spinola, da Morada da Floresta.


Com a broca mais fina, abra pequenos orifícios ao redor da tampa, que irão garantir a oxigenação dos resíduos.




Com a broca maior, fure a caixa inferior, onde será encaixada a torneira. Essa caixa coleta o líquido que escorre dos resíduos orgânicos, também chamado de biofertilizante líquido.

Depois de acoplar a torneira, por onde você poderá colher o fertilizante líquido, a parte estrutural da composteira está pronta.



Materiais para a compostagem:
- Serragem (de madeira sem tratamento), folhas, grama, palha secas
- Terra preta
- Minhocas



Nas duas caixas digestoras (a superior e a do meio), adicione cinco centímetros de terra.





Depois, coloque as minhocas até cobrir toda a superfície.




Depois de pronta, a composteira deve ficar em local protegido do sol e da chuva. Dispense o resíduo orgânico na caixa digestora de cima, sempre cobrindo-o com material vegetal seco, como a serragem. Assim que ela encher, coloque-a no meio do sistema, e passe a jogar os resíduos na outra caixa. "Cada caixa é preenchida, em média, em um mês, quando já é possível retirar o húmus, que será usado nas plantas como adubo", afirma Claudio Spinola, da Morada da Floresta. Utilize o líquido que fica na caixa de baixo para borrifar e/ou regar as plantas



Descarte apenas os resíduos recomendados abaixo:
- frutas, legumes, verduras, grãos e sementes
- saquinhos de chá, erva de chimarrão, borra de café e de cevada (com filtro)
- sobras de alimentos cozidos ou estragados (sem exageros) e cascas de ovos
- palhas, folhas secas, serragem, gravetos, palitos de fósforo e dentais, podas de jardim
- papel toalha, guardanapos de papel, papel de pão, papelão, embalagem de pizza e papel jornal

Sempre que dispensar o lixo, cubra-o com material vegetal seco, como a serragem. Acomode a composteira em local sombreado e protegido da chuva, e aguarde um mês para que o material se transforme em húmus. 

Para reiniciar o processo de compostagem, deixe cinco centímetros do húmus no fundo e recomece a descartar os resíduos. Isso vale para os dois sistemas.

2 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...