Catadora de material reciclável passa em prova e entra na USP

Laíssa Sobral, 19, em cooperativa na Granja Julieta; ela está cursando gestão ambiental na USP  
Exemplo de coragem e persistência, Laíssa Sobral, 19 anos, trabalhava como catadora de material reciclável na cooperativa Granja Julieta (zona sul de São Paulo) e nunca gostou muito de estudar, mas percebeu que, com um diploma, teria mais chance de lutar pela cooperativa. Hoje, cursa gestão ambiental na USP.

A jovem teve pouco incentivo na vida escolar, mas estudou e entrou no curso de gestão ambiental da FMU em 2011. Mas a vida era difícil. Faculdade particular: R$ 515 por mês. Transporte: R$ 250. Renda na cooperativa: R$ 800.

Laíssa resolveu, então, transferir a faculdade para a USP. Sem dinheiro para comprar os livros, recebeu ajuda de uma amiga, que fez campanha num blog. Livros começaram a chegar. "Veio até via Sedex", lembra.

Questionada se pensa na trajetória de Graça Foster, presidente da Petrobras que foi catadora quando criança, diz: "Claro. É um exemplo a ser seguido. Mas a minha busca é para que toda a classe oprimida se torne importante"


Editoria de Arte/Folhapress



Quero ver agora, qual vai ser a desculpa nova dos meus alunos, para justificarem o seu desânimo com os estudos e a sua crença de que nunca irão entrar na USP!


Folha.com - Cotidiano - Catadora de material reciclável passa em prova e entra na USP - 11/03/2012:

'via Blog this'

2 comentários:

Jéssika Rodrigues disse...

Ameii o blog Parabens ^^

Ana Maria disse...

Oi Jessika

Muito obrigada. Que bom que você gostou.
Abraços

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...