Ciclo de Krebs - simplificado



O ciclo de Krebs é a segunda etapa da respiração celular aeróbica, a primeira é a glicólise e a última é a cadeia de transporte de elétrons. O ciclo é uma série de etapas que cada célula viva deve se submeter, a fim de produzir energia. Essa fase da respiração ocorre na matriz mitocondrial nos eucariontes e no citoplasma nos procariontes.
As enzimas que fazem com que cada etapa do processo ocorra, estão localizadas na “usina de energia” da célula: em animais esta usina é a mitocôndria, nas plantas é o cloroplasto, e em microorganismos pode ser encontrada na membrana celular. O ciclo de Krebs também é conhecido como o ciclo do ácido cítrico, porque ele é o primeiro produto gerado por essa seqüência de conversões químicas, e também é regenerado no final do ciclo. O ciclo de Krebs foi descoberto pelo bioquímico Hans Adolf Krebs, no ano de 1938.

O ciclo de Krebs refere-se a uma complexa série de reações químicas que produzem dióxido de carbono e trifosfato de adenosina (ATP), um composto rico em energia. O ciclo ocorre essencialmente por duas ligas de carbono coenzima com compostos de carbono, o composto criado, em seguida, passa por uma série de mudanças que produzem energia. Este ciclo ocorre em todas as células que utilizam o oxigênio como parte de seu processo de respiração, o que inclui aquelas células de criaturas do reino animal, como seres humanos. Dióxido de carbono é importante por vários motivos, sendo o principal que estimula a respiração, enquanto o ATP fornece células com a energia necessária para a síntese de proteínas a partir de aminoácidos e a replicação do ácido desoxirribonucléico (DNA), ambos são vitais para o abastecimento de energia e para que a vida continue. Em suma, o ciclo de Krebs constitui a descoberta da principal fonte de energia em todos os organismos vivos.

Dentro do ciclo de Krebs, a energia na forma de ATP é geralmente derivada da degradação da glicose, apesar de gorduras e proteínas também poderem ser utilizadas como fontes de energia, visto que a glicose pode passar através das membranas celulares, que transportam energia a partir de uma parte do corpo para outro. O ciclo de Krebs afeta todos os tipos de vida e é, como tal, a via metabólica dentro das células. Essa via converte quimicamente carboidratos, gorduras e proteínas em dióxido de carbono, e converte água em energia utilizável.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...