Vicariância



Vicariância ou efeito vicariante é o mecanismo evolutivo no qual ocorre uma fragmentação de uma área biótica, separando populações de determinadas espécies. 

A falta de fluxo gênico entre as duas sub-populações agora formadas fará com que elas fiquem cada vez mais diferentes e, mantendo-se a barreira por tempo suficiente, levará à especiação

Um ponto importante para ser lembrado é que a vicariância é precursora para a especiação alopátrica, já que para esta ocorrer precisa de uma barreira externa.

Estas barreiras podem ser geográficas, como a formação de montanhas devido ao movimento de placas tectônicas, uma falha causada pelo distanciamento de duas placas, o surgimento de um rio etc. As barreiras também podem ser ecológicas, como quando a área entre duas populações torna-se imprópria para a reprodução da espécie (por exemplo, no caso de anfíbios, uma zona úmida que se torna árida devido a desertificação). Também quando ocorreu a fragmentação de hábitas pelo avanço das glaciações durante o Pleistoceno.

O supercontinente do sul Gondwana.

Os eventos de vicariância podem ser por processos lentos ou rápidos. Os lentos são formação de montanhas, deriva continental, tendência a seca prolongada, que fragmenta uma floresta. Os rápidos são como o derramamento de lava de vulcão com largura de quilômetros, onde divide uma população de caracóis.

Derrame de lava vulcânica.

Em ambientes aquáticos, elevações rochosas nos fundos de oceanos podem separar populações de uma mesma espécie que se manterão isoladas, sofrendo todo o processo de diferenciação gênica separadamente.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...