Cinco Reinos

Clique para ampliar.

Os seres vivos originaram-se de ancestrais comuns, e a adaptação a diferentes ambientes forjou suas características atuais. A análise de diferenças e semelhanças entre os seres vivos torna possível sua classificação. Atualmente há classificações de até oito reinos. As modernas classificações taxonômicas agrupam os reinos em três domínios: Archae (que inclui um grupo de procariontes conhecidos por arqueobactérias), Bacteria (bactérias e cianobactérias) e Eucarya (todos os eucariontes).
O sistema de classificação proposto em 1969 por Robert Whittaker, em cinco reinos, é o mais adotado ,didáticamente falando, ressalvando que os vírus são acelulares e não se incluem em nenhum deles.


  • Reino Monera: inclui as cianobactérias (antes chamadas algas azuis ou cianoficeas) e as bactérias. São unicelulares, autótrofas ou heterótrofas. Ao contrário de plantas, animais, protozoários, algas e fungos, os componentes deste reino são procariontes, ou seja, formados por células sem núcleo organizado, com material genético disperso no citoplasma.
  • Reino Protista (ou Protoctista, como defendem muitos autores): abrange algas, protozoários e mixomicetos, seres autótrofos ou seres heterótrofos, unicelulares ou pluricelulares. As algas são eucariontes autótrofos; tem clorofila, mas não possuem o corpo diferenciado em raiz, caule e folhas; tampouco apresentam vasos condutores de seiva e outros tecidos organizados. Os protozoários são unicelulares, eucariontes e heterótrofos.
  • Reino Fungi: inclui os fungos, que são heterótrofos, unicelulares ou pluricelulares. São eucariontes, isto é, apresentam células com núcleo definido, delimitado pela carioteca. Reproduzem-se por esporos em pelo menos uma fase da vida. Nesse reino, estão os cogumelos, orelhas-de-pau, os bolores e as leveduras.
  • Reino Plantae ou Metaphyta: inclui as plantas, que são eucariontes, autótrofos e pluricelulares, com tecidos definidos: briófitas (musgos), pteridófitas (samambaias e avencas), gimnospermas (pinheiros e sequóias) e angiospermas (plantas com frutos).
  • Reino Animalia ou Metazoa: compreende os animais, seres eucariontes, pluricelulares e heterótrofos.

A seguinte chave dicotômica revela diferenças entre os seres vivos citados:

  1. Vírus não tem estrutura celular.
  2. Bactérias e cianobactérias (reino Monera) possuem estrutura celular, mas não tem envoltório nuclear.
  3. Algas e protozoários (reino Protista) possuem envoltório nuclear, mas não tem células organizadas em tecidos diferenciados.
  4. Animais (reino Animalia) possuem tecidos, mas suas células não tem parede celular.
  5. Fungos (reino Fungi) possuem células com parede celular, mas não tem cloroplastos.
  6. Plantas (reino Plantae) possuem células com parede celular e cloroplastos.

    Na tabela abaixo vemos a classificação de Whittaker de uma forma muito prática, na minha opinião. Notem apenas, que o texto deve ser português de Portugal, pois temos alguns termos diferentes, tais como"amibas" no lugar de amebas e etc.


    Clique para ampliar.



    67 comentários: