Equilíbrio de Hardy-Weinberg


O princípio de Hardy-Weinberg estabelece que, a soma das frequências de um determinado par de alelos, p e q, em uma população mendeliana em equilíbrio, é igual a 1. Também estabelece que a soma das  frequências dos diferentes genótipos em cada geração estará de acordo com a expressão p2 + 2pq + q2 = 1.
As condições necessárias para que uma população se mantenha em equilíbrio gênico, segundo Hardy e Weinberg, são as seguintes:
  • A população deve ser muito grande (teoricamente, quanto maior, melhor), de modo que possam ocorrer todos os tipos de cruzamento possíveis , de acordo com as leis de probabilidades.
  • A população deve ser panmítica (do grego pan, todos, e do latim miscere, misturar), isto é os cruzamentos entre indivíduos de diferentes genótipos devem ocorrer ao acaso, sem qualquer preferência.
Uma população que possua essas características, e na qual não ocorra nenhum fator evolutivo, tais como mutação, seleção ou migração, permanecerá em equilíbrio gênico, ou seja, as frequências dos alelos não sofrem alteração ao longo das gerações.

Aparelhos bucais dos Insetos

Entre os animais, sejam eles invertebrados ou vertebrados, a anatomia bucal está diretamente relacionada ao hábito alimentar.

Nos insetos, grupo de animais com maior diversidade de espécies e número de organismos dispersos nos mais diferentes ecossistemas, possui estrutura morfológica do aparelho bucal bem diversificada. Sendo o seu aspecto utilizado como um dos critérios de classificação de acordo com a forma e função que desempenha.

Principais estruturas (peças) bucais: mandíbulas, maxilas, labro, epifaringe, hipofaringe e lábio.

Assim, com relação à posição e conformação das peças bucais, os insetos podem ser subdivididos em:

Hipognatos – as peças que formam o aparelho bucal ficam voltadas para a região ventral da cabeça.
Exemplo: formigas (Hyminópteros) e gafanhotos (Orthópteros).

Prógnato - as peças que formam o aparelho bucal ficam voltadas para frente da região anterior da cabeça.
Exemplo: Cupim (Isópteros) e Tesourinha (Dermápteros).

Opistognato - as peças que formam o aparelho bucal ficam voltadas para baixo e posicionadas paralelamente ao plano ventral do animal.
Exemplo: Barbeiro (Heterópteros).

Tipo de aparelho bucal dos insetos:

Sugador – formado por uma probóscide, apresentando aspecto de um tubo enrolado sobre si mesmo, desenrolando-se quando o animal se alimenta.
Exemplo: Borboleta.

Sugador picador – formado por uma projeção tubular semi-rígida, comum em animais transmissores de doenças (vetores).
Exemplo: mosquito Aedes aegypti.

Mastigador / triturador – geralmente caracterizando o aparelho bucal dos insetos herbívoros ou predadores.
Exemplo: besouros.

Lambedor – formado por um prolongamento tubular, utilizado na absorção de alimentos líquidos.
Exemplo: abelhas.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...