Níveis de Organização da Vida

 
Níveis de organização em biologia constituem uma hierarquia que facilita a forma de estudar a vida. À medida que analisamos os níveis hierárquicos, observamos um aumento na complexidade de cada nível. Neste texto conheceremos melhor cada um desses níveis estudados nas ciências biológicas, iniciando com o átomo e seguindo até a biosfera. 

Quais são os níveis de organização em biologia?

Quando estudamos essa área, fazemos o estudo da vida analisando desde a constituição dos seres vivos até a relação entre eles e com o meio ambiente. Classificando os objetos de estudo em níveis hierárquicos, esse estudo torna-se mais fácil e organizado. A seguir, conheceremos os níveis de organização em biologia, iniciando do nível mais restrito para o mais amplo:
Observe os níveis de organização estudados em biologia.
Átomo: são as unidades básicas da matéria. Um átomo é formado pelo núcleo, que é constituído pelos prótons e nêutrons, e pela eletrosfera, região na qual os elétrons estão localizados

Molécula: estrutura química formada por dois ou mais átomos. Ela pode ser formada por átomos iguais ou elementos diferentes.

Organela: estrutura presente nas células que atua como pequenos órgãos. Mitocôndria, cloroplasto, retículo endoplasmático e complexo golgiense são exemplos de organelas.

Célula: unidades funcionais e estruturais dos seres vivos. Com exceção dos vírus, todos os organismos vivos apresentam células em sua composição. Elas podem ser divididas em dois grupos básicos: eucariontes e procariontes. As células procariontes não apresentam núcleo definido, estando o material genético disperso no citoplasma. As células eucariontes, por sua vez, apresentam núcleo definido, além disso, possuem organelas membranosas em seu citoplasma.

Tecido: conjunto de células que desempenha uma função específica. Diante dessa definição, fica claro que apenas organismos multicelulares podem apresentar tecidos. Nos seres humanos, os quatro tipos de tecidos básicos encontrados são: epitelial, conjuntivo, nervoso e muscular. Vale destacar que, diferentemente do que alguns pensam, plantas também possuem tecidos, como: epiderme, parênquima, colênquima, esclerênquima, xilema e floema.

Órgão: formação composta pelo conjunto de dois ou mais tecidos. Coração, baço, fígado e pâncreas são exemplos de órgãos encontrados no nosso corpo. Folhas, caules e raízes são exemplos de órgãos presentes nas plantas.

Sistema: conjunto de órgãos que interagem e desempenham uma determinada função. Exemplos: sistema cardiovascular, sistema digestório, sistema urinário e sistema endócrino.

Organismo: forma individual de um ser vivo. Um ser humano é um organismo.

População: conjunto de organismos da mesma espécie que vive em uma determinada região e em um determinado período. Um conjunto de girafas, vivendo em uma área da savana africana, representa uma população. 
Nessa fotografia podemos observar um exemplo de população.
Comunidade: diz respeito ao conjunto de várias populações que vivem em uma determina área e período. Populações de girafas, leões e zebras, vivendo em uma região da savana africana, formam uma comunidade. Também conhecida como biocenose.

Ecossistema: conjunto de todos os seres vivos encontrados em uma região, junto a todos os componentes abióticos com os quais eles interagem. Por componentes abióticos entendemos os elementos sem vida de um ambiente, como água, solo, atmosfera e luminosidade.

Biosfera: conjunto de todos os ecossistemas encontrados no nosso planeta.

1 comentários:

Gaah disse...

Nossa!!Graças a esta site eu não me dei mal!! MUITO OBRIGADO MESMOO!!
>_<